Pesquisar neste blog

ANTES DE SAIR DESTE BLOG CLIC NUMA DE NOSSAS PUBLICIDADES

ACONTECENDO VOCÊ FICA SABENDO, AQUI:

terça-feira, 20 de abril de 2010

A HISTÓRIA CONTINUA: "EU NÃO SEI DE NADA"


Passado um mês das denúncias feitas pela Gazeta do Povo e pela RPCTV na série de reportagens “Diários Secretos”, relembre o que ainda aguarda resposta.

A direção da ALEP ainda se cala sobre:

- Como um morto foi contratado e recebeu dinheiro por dois anos e cinco meses?
- Por que os diários oficiais da Assembleia foram escondidos de forma deliberada e a mando de quem?
- Por que a Assembleia não publicou 2.178 atos oficias nos diários oficiais numerados que a reportagem teve acesso. Do que tratam essas decisões?
- Por que a Assembleia é a única dos estados das regiões Sul e Sudeste que ainda utiliza o diário avulso?
- Como a Assembleia pagou salários acima do limite previsto em lei sem que nenhum deputado ficasse sabendo?
- Quem recebeu o dinheiro depositado na conta de pessoas que admitem que nunca trabalharam na Assembleia?
- Por que a Assembleia recontrata funcionários que aderiram ao Plano de Demissão Voluntária (PDV)?
- Há um esquema de fraude nas aposentadorias de servidores da Assembleia?
- Por que a Assembleia não tem qualquer controle sobre a assiduidade de seus servidores, permitindo que alguns ganhem dinheiro público mesmo morando em Santa Catarina?
- Por que o nome de pelo menos 36 servidores da Assembleia foram omitidos da lista de funcionários da Casa divulgada no ano passado?
- Por que a Assembleia demorou vários dias para "descobrir" em que setor da Casa a agricultora Vanilda Leal estava lotada?
- Por que há gabinetes da Assembleia com tantos servidores? Há necessidade disso?
- Por que a Assembleia contrata servidores comissionados (sem a necessidade de prestação de concurso) e cede eles para outros órgãos, contrariando a Constituição Federal – que proíbe cessão de funcionários comissionados?
- Por que há tantos casos de publicações retroativas ou antecipadas?

N.B.: O TROCO VIRÁ NAS URNAS, AGUARDEM...

Nenhum comentário: