Pesquisar neste blog

ANTES DE SAIR DESTE BLOG CLIC NUMA DE NOSSAS PUBLICIDADES

ACONTECENDO VOCÊ FICA SABENDO, AQUI:

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

BALAS DE ANTONINA, SIMPLESMENTE AS MELHORES DO PLANETA E TUDO COMEÇOU COM O MEU AMIGO ZEQUINHA, E A SUA FAMÍLIA CONTINUA COM ESSE LEGADO.




SERÁ PRECISO FALAR MAIS ALGUMA COISA....

Analdina e Rafaela Takassaki
Mãe e fílha juntas para conquistarem o Brasil e o Mundo com as suas deliciosas balas de banana( não posso me esquecer do Joãozinho Neto)

Tecnologia e artesanato se misturam no sabor

sábado, 12 de janeiro de 2013

GOVERNADOR VISITA ANTONINA E DISTRIBUI GELADEIRAS À FAMÍLIAS DO LUZ FRATERNA





Beto Richa e o Prefeito João Domero



O governador Beto Richa confirmou onte sexta-feira (11/01) que o governo estadual vai ampliar o programa Luz Fraterna para famílias de baixa renda que consomem até 120 quilowatts/hora por mês de energia. Atualmente, o programa garante luz de graça para quem consome até 100 quilowatts/hora mensais. “Temos o compromisso de atender as pessoas mais carentes do Paraná, que são as que mais precisam do poder público”, disse o governador.

O anúncio foi feito em Antonina, no Litoral do Estado, durante cerimônia de entrega de geladeiras novas para 330 famílias de baixa renda, cadastradas no programa Geladeira da Família. “Com a nova geladeira as famílias podem reduzir o consumo para se enquadrar no programa Luz Fraterna”, destacou Richa.

O governador também fez uma vistoria em obras da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), que está construindo 88 casas com investimento de R$ 4,2 milhões, e no novo prédio do hospital municipal de Antonina, que recebeu R$ 4 milhões do Estado. “O governo retomou investimentos importantes no Litoral, em benefício da pompulação de toda a região”, disse.

Antonina é o terceiro município do Litoral a receber o programa Geladeira da Família, que já atendeu 161 famílias em Guaratuba e 245 em Matinhos. Na solenidade de entrega das geladeiras, algumas famílias do município receberam ainda um kit de eficiência energética, composto por chuveiro elétrico com recuperação de calor e conjunto de lâmpadas fluorescentes.

Gerenciado pela Companhia Paranaense de Energia (Copel), o programa Geladeira da Família atende 12 mil famílias de 83 municípios do Estado com a troca da geladeira velha por um eletrodoméstico mais moderno. O objetivo é evitar o desperdício de energia provocado por equipamentos que não apresentam condições adequadas de uso.

EFICIÊNCIA - A geladeira fornecida pelo programa tem capacidade de 250 litros e selo do Programa Nacional de Conservação de Energia (Procel), que confere alta eficiência ao eletrodoméstico. O programa é executado com autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica por meio do Programa de Eficiência Energética.

Os chuveiros dispõem de recuperador de calor, que permite utilizar um aparelho de 3.200 watts de potência com o mesmo conforto de um equipamento de 5.400 watts. As lâmpadas fluorescentes compactas têm potência de 15 e 25 watts, que produzem iluminação semelhante à de lâmpadas incandescentes de 60 e 100 watts.

CADASTRO – A Copel faz o cadastro das famílias beneficiadas, que devem ser de baixa renda e inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e possuir o Número de Identificação Social. Também é pré-requisito para participar do programa que o beneficiado entregue a geladeira velha, que será desmontada e terá descarte ecologicamente correto.

O diretor de distribuição da Copel, Pedro Augusto do Nascimento Neto, explicou que o programa Geladeira da Família atende consumidores residenciais de baixa renda com consumo mensal de até 220 kwh. Ele afirma que os refrigeradores reduzem em até 20% o consumo de energia da casa. “É um programa que melhora a qualidade de vida e conscientiza os moradores paranaenses do uso adequado da energia elétrica”, afirmou.

A dona de casa Andréia Nunes, 30 anos, espera reduzir o preço da conta de luz. “Eu tinha uma geladeira velhinha, que consumia muita energia. Uma nova geladeira é um presente muito bom para o começo do ano”, disse ela, que mora em Antonina com o marido e quatro filhos.

Marili de Oliveira Dias, 41 anos, também dona de casa, contou que a geladeira dela tem nove anos de uso e gasta muita energia. “O preço da conta era alto e tínhamos dificuldades para pagar a conta. Agora, vamos conseguir economizar energia e melhorar nossa situação”. Ela mora com os três filhos.

ENERGIA - O governador Beto Richa lembrou que a Copel programou investimentos de R$ 53 milhões para ampliar e automatizar a rede elétrica no Litoral. Entre as obras está a modernização das subestações de Antonina e de Morretes, além de melhorias da rede elétrica em Antonina e a oferta de energia nas ilhas do Estado.

No final do ano passado, foram instalados 22 quilômetros de cabos de energia subaquáticos para conectar Guaraqueçaba a Ilha das Peças, Superagui e Ilha do Mel. A ação pretende levar energia de forma contínua a todas as comunidades das ilhas do litoral paranaense. Com investimentos de R$ 26 milhões, o projeto reduz o risco de apagão e possibilita a instalação de internet em alta velocidade na região.

Estiveram na solenidade os secretários estaduais Luiz Cláudio Romanelli (Trabalho) e José Richa Filho (Infraestrutura), o deputado federal Fernando Francisquini e os deputados estaduais Alceu Maron, Alexandre Curi, Rasca Rodrigues, Cleiton Kielse e Nelson Justus.
 
Fonte: aen

Beto Richa na Estação Ferroviária entregando as geladeiras

Beto Richa visita obras do Batel...

Prefeito João Domero mostra obras do novo Hospital

Governador e Prefewirtos visitam operários nas obras do Batel