Pesquisar neste blog

ANTES DE SAIR DESTE BLOG CLIC NUMA DE NOSSAS PUBLICIDADES

ACONTECENDO VOCÊ FICA SABENDO, AQUI:

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

UM PALHAÇO NO CIRCO DE BRASÍLIA ? MANDRAK E FANTASMA ESTÃO A CAMINHO...



O promotor Maurício Antônio Ribeiro Lopes, da 1º Zona Eleitoral de São Paulo, entrou com duas representações, uma na Procuradoria Regional Eleitoral e outra na Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, para averiguar se o candidato a deputado federal Tiririca (PR) sabe ler e escrever, como exige a lei.

Reportagem publicada na revista Época desta semana revela indícios de que Francisco Everaldo Oliveira Silva, o Tiririca, não sabe ler nem escrever. Segundo a reportagem, a caligrafia do candidato nos autógrafos distribuídos aos eleitores é diferente da apresentada na declaração entregue ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) em que atesta que não é analfabeto.
O promotor utilizou a reportagem como base para suas representações. "Fiquei escandalizado com a notícia de que o candidato pode ser analfabeto, isso é inaceitável", afirma. Lopes acredita que o PR sabe da condição de Tiririca, mas esconde a situação do eleitorado.

Nas duas representações é pedido que Tiririca seja submetido, com máxima urgência, a um teste para comprovar que sabe ler e escrever. O promotor sugere que o candidato seja obrigado a ler um trecho da Constituição Federal e escrever outro, por meio de ditado.

Caso seja constatado que Tiririca é analfabeto, sua candidatura é cassada. Se isso ocorrer antes da eleição, os votos computados a ele serão anulados. Porém, se ocorrer depois da eleição, os votos dele serão computados na sua coligação.

A legislação eleitoral exige que os candidatos apresentem comprovante de escolaridade. Na ausência de um documento, pode ser apresentada uma declaração de próprio punho. A lei prevê que a exigência de alfabetização do candidato pode ser aferida por meio de uma avaliação individual e reservada, caso haja necessidade.

A assessoria de imprensa do TRE-SP confirmou o recebimento da representação e informou que o pedido será analisado na próxima segunda-feira, dia 27.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

VOCÊ VENDERÁ O SEU VOTO NESTAS ELEIÇÕES ?


Pesquisa Diz que é possível...
Encomendada pela Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), a pesquisa Ibope sobre o perfil do eleitorado no país, divulgada ontem, trouxe à tona dados preocupantes. Segundo o levantamento, 43% dos entrevistados conhecem políticos que compram ou já compraram votos e 13% votariam em candidatos que oferecessem benefícios. Os eleitores da região Sul foram os que demonstraram maior conhecimento: 53% disseram saber da utilização da prática irregular. Contudo, apenas 8% (o menor índice do país) confirmaram que, se abordados, negociariam o direito. No Sudeste, o índice de conhecimento é de 38%, e sobe para 44% no Nordeste, onde estão os eleitores mais suscetíveis à negociação (21%). No Norte e no Centro-Oeste, o percentual de conhecimento é de 49%.

A pesquisa apontou ainda que eleitores com escolaridade até a 4 série do ensino fundamental são os que menos têm conhecimento sobre compra de votos (33%). Entre os eleitores com ensino superior, o percentual sobe para 57%. Apesar de conhecerem o problema, apenas 41% dos entrevistados informaram que denunciariam os candidatos à Justiça Eleitoral, e 54% admitiram que não fariam nada.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

MAIS UMA DO PORTO, NO ANO DOS MILAGRES

Canduca no momento da assinatura da Ordem de Serviço

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) determinou ações complementares sobre o desembarque de fertilizantes. A ordem de serviço 148/2010, assinada pelo superintendente Mario Lobo Filho, prevê que navios carregados com este tipo de produto tenham atracação preferencial para iniciar a movimentação em Paranaguá e, assim que atingirem as condições operacionais de calado necessárias, completem a descarga do produto em Antonina.

O objetivo é dar agilidade às operações e diminuir o tempo de espera das embarcações, oferecendo alternativa que diminua os custos das empresas armadoras, donas dos navios, e dos importadores de fertilizante. Com isso, os usuários podem escolher entre esperar a vez em Paranaguá – para usar um dos dois berços que regularmente são exclusivos para a carga – ou usar um terceiro berço, em que teriam preferência de atracação, e apenas iniciar a movimentação no Porto de Paranaguá, concluindo a operação em Antonina.

Segundo Lobo Filho, a medida terá validade até a realização das obras de dragagem, previstas para acontecerem até o fim do ano. “Daremos início à dragagem de manutenção do canal de acesso ao terminal da Ponta do Félix, em Antonina, assim que obtivermos a licença ambiental. Será estabelecida profundidade de 9,5 metros e, com isso, não será necessária a descarga inicial em Paranaguá”, explica o superintendente. Hoje, a profundidade no canal é de 7 metros e não permite a operação de navios cujo calado supere essa medida, como acontece quando estão com carga completa.

VANTAGENS - A expectativa da Appa é que a mudança diminua em até 40% o período que as embarcações aguardam na baía de Paranaguá (atualmente até 12 dias) e atraia os navios que estão na fila para atracação no porto de Santos. A economia com os gastos para manter uma única embarcação no mar, enquanto espera, pode chegar a US$ 40 mil por dia, dependendo do tipo e tamanho do navio.

“A alteração na rota, que é muito pequena, já que os dois terminais estão muito próximos, será vantajosa, porque os usuários serão beneficiados com a redução do tempo de espera sem perder as vantagens logísticas que os portos públicos do Paraná oferecem”, destaca o diretor do Porto de Antonina, Paulo Moacyr Rocha Filho. “Antonina está a 40 quilômetros de Paranaguá, via rodovia, o que garante que as cargas sejam transportadas com facilidade para o interior ou para os armazéns de Paranaguá”, completa.

O Terminal Portuário da Ponta do Félix, empresa privada que tem concessão para realizar movimentações em Antonina, prevê receber até 10 navios de fertilizantes por mês e se prepara para o aumento nas operações. “Neste mês, receberemos um novo guindaste e uma série de equipamentos necessários para embarque e desembarque de graneis sólidos. Temos armazéns e toda estrutura de retaguarda pronta para atender à demanda”, adianta o diretor-presidente, Luiz Henrique Tessuti Dividino.

EMPREGOS – A determinação deve promover aumento nas contratações de trabalhadores portuários e movimentar a economia de Antonina. De acordo com o prefeito Carlos Augusto Marchado, sindicatos ligados às atividades já se organizam e os comerciantes locais estão animados com as possibilidades de aumento nas vendas. “Estimamos incremento de mais de R$ 1 milhão por mês, que devem dar fôlego novo ao comércio e ao setor de serviços”, conta.

“É um ciclo virtuoso de emprego e renda. Um único navio de fertilizantes gera centenas de empregos na descarga, no transporte e na armazenagem dos produtos. Esses trabalhadores comem nos nossos restaurantes, abastecem os caminhões nos nossos postos, compram nas nossas lojas. O dinheiro circula e mais pessoas são contratadas para atender nos restaurantes, postos e lojas, por exemplo”, detalha o prefeito.

O departamento jurídico da Appa já analisa a possibilidade do pagamento do ISS (Imposto sobre Serviços) à prefeitura de Antonina, como é realizado em Paranaguá por determinação do governador Orlando Pessuti. A intenção é repassar parte da arrecadação tarifária do porto para o município.

Fonte: aen
..................................................................................................................................................................

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

PREFEITURA CONCEDE PROGRESSÃO AOS PROFESSORES MUNICIPAIS

Pela primeira vez na história de Antonina, considerando a resolução 001/2010 da Comissão de Avaliação de Desempenho do Magistério (CADM), a Prefeitura está concedendo progressão funcional aos professores do município. A CADM atende a uma lei instituída em 1998 e que desde então nenhuma administração vêm cumprindo. A concessão foi feita através de um decreto assinado pelo prefeito Carlos Augusto Machado (Canduca) que relaciona todos os servidores e os itens de progressão que deverão ser cumpridos. O decreto concede ainda ao servidor do magistério que se sentir prejudicado ou não concordar com a progressão o direito de entrar com recurso devidamente fundamentado junto ao setor de Protocolo Geral da Prefeitura para análise da CADM e/ou Procuradoria Jurídica em até 15 dias após a sua publicação.

Fonte: Mais Antonina por Erly Welton
...................................................................................................................................................................
Obs.:Comentários de Rosil do Pilar: Só tenho que parabenizar ao Prefeito Canduca, e aos integrantes do CADAM  pela iniciativa e conclusão destes trabalhos a favor dos nossos professores municipais, que a 12 anos esperavam  por esta progressão. Vou parabenizar mais ainda a hora que for extensivo a todos os servidores, além do magistério. Um presentaço  que antecede o Dia dos Professores. Parabéns.  

ANTONINA FICARÁ SEM DELEGADO ?


Dr. Zanon, em sua posse em substituição a Dr. Rubens


O delegado Artur Luiz Zanon toma posse nesta terça-feira (21) como novo delegado de Pontal do Paraná. Zanon, que estava até segunda-feira à frente da delegacia de Antonina, substitui o delegado José Antônio Zuba de Oliva, morto em serviço no dia 24 de agosto deste ano. A solenidade será às 18 horas, na Delegacia de Pontal (Rua Tucuruí - Centro) e será aberta ao público.

Durante a posse haverá uma homenagem ao delegado Zuba, com a presença do secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Aramis Linhares Serpa, e das autoridades do Litoral.

O delegado Zuba foi morto com tiros de metralhadora e pistola enquanto averiguava uma denúncia no balneário Olho D´Àgua. Ao chegarem no local o delegado, acompanhado de Adilson da Silva e das investigadoras de polícia, Noeli de Fátima Brezolin e Luíza Helena Santos Pinto, foram recebidos a tiros. Zuba morreu na hora, as investigadoras foram rendidas, Silva ficou gravemente ferido e morreu no hospital.

Fonte:AEN

terça-feira, 14 de setembro de 2010

CONHEÇA O...




ROSSONI QUER A AUTO-SUFICIÊNCIA DO PORTO DE ANTONINA


No dia 12/07/2010 o Dep. Estadual Valdir Rossoni já dizia:

O Porto Barão de Tefé, de Antonina, que já foi o quarto do Brasil e um dois mais importantes do século passado,

agora é reflexo de oito anos de submissão ao Porto de Paranaguá.

A gerência é feita pela Appa (Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina), centralizada em Paranaguá.

De acordo com a comunidade de Antonina, inclusive a portuária, a subordinação prejudica a distribuição de

recursos e permite que o porto de Antonina sofra penalidades como o embargo do IBAMA (Instituto Brasileiro do

Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), que fechou o Porto de Paranaguá por “flagrante

descumprimento da legislação ambiental,” atingindo assim os dois portos que já voltaram a funcionar por força

de liminar.

Outro exemplo: ninguém sabe o porquê a superintendência de Paranaguá demoliu três galpões, em excelente

estado de uso, com a proposta de reconstrução mirabolante, que não sai do papel até hoje?

A proposta seria o desmembramento da administração da Appa, sendo cada porto diretamente subordinado a

Secretaria de Transportes. Com a separação, que na prática já existe uma vez que cada um tem o seu próprio

Conselho da Autoridade Portuária (CAP), os recursos seriam direcionados separadamente para cada porto,

dando autonomia ao porto de Antonina, que já é auto-suficiente em impostos e encargos.

“A descentralização da administração beneficiaria também a própria cidade de Antonina, fomentando o

comércio, sindicatos e gerando emprego no município,” afirmou o deputado Rossoni.



segunda-feira, 13 de setembro de 2010

ENQUANTO ISSO NUM REINO NÃO MUITO DISTANTE, OS SERVIDORES QUEREM R$150 MIL.

Servidores em Assembléia
Reunidos em Assembleia Geral Extraordinária na última quinta-feira (26/08) no auditório do antigo Sindicato dos Ensacadores de Paranaguá, servidores da prefeitura de Paranaguá rejeitaram a proposta de um parcelamento inicial de R$ 40 mil para o pagamento do processo 1062/1994 do Plano de Cargos e Salários (PCS) que condenou a prefeitura ao pagamento de R$ 2.860.000,00.

O presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Paranaguá (Sismup), Rogério José Lisboa, repassou à categoria a posição do prefeito José Baka Filho (PDT) que disse na última audiência com o juiz do trabalho entre prefeitura e o Sismup, que se ocorresse o pagamento do ISS pelo porto, o valor do parcelamento inicial de R$ 40 mil poderia ser aumentada.
Rogério Presidente

O que acabou ocorrendo. Assim de forma unânime os servidores que representaram na Assembleia os 779 envolvidos no processo 1062/1994, não aceitaram os R$ 40 mil e propuseram um parcelamento de R$ 150 mil mensais, fazendo com que a dívida possa ser quitada ainda dentro da gestão do atual prefeito nos próximos dois anos.

Para o presidente Lisboa a proposta se tornou boa para ambos os lados, a categoria que vai receber o que lhe é devido em dois anos e para prefeitura que dos R$ 250 mil mensais que receberá do porto pelo pagamento do ISS ainda sobrarão R$ 100 mil de um dinheiro que os cofres da do porto pelo pagamento do ISS ainda sobrarão R$ 100 mil de um dinheiro que os cofres da prefeitura não contavam.

“E não estamos falando da boa vontade do porto em viabilizar o pagamento dos impostos atrasados dos últimos cinco anos com a prefeitura”, disse Lisboa. Hoje, o Sismup e a prefeitura voltam a mesa de negociação com o juiz do trabalho para selarem a forma de pagamento da ação.

Fonte: Blog do Gilberto Fernandes (Gil)
..................................................................................................................................................................
Obs.: Cometários de Rosil do Pilar: Isso que está acontecendo com os servidores da Prefeitura de Paranaguá, poderá acontecer também aqui na Prefeitura de Antonina, pois há muito tempo estão protelando os merecidos  reenquadramentos dos servidores por falta das devidas Avaliações bienais como prevê o Estatuto dos Servidores.  Uma verdadeira "Bomba Relógio", com dia e hora marcada  para explodir, a sorte é que os servidores daqui não dão a devida atenção para o Sismup ou este não vela pelo servidores como deveria.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

MESMO ASSIM O BETO PODE GANHAR NO PRIMEIRO TURNO

O candidato do PDT ao governo do Paraná, Osmar Dias, diminuiu a diferença para Beto Richa (PSDB) na pesquisa Ibope divulgada na noite desta quinta-feira (9) pela RPCTV. O pedetista, que estava 16 pontos atrás na última pesquisa do instituto, divulgada dia 26 de agosto, tirou sete pontos e, agora, aparece nove pontos percentuais atrás de seu adversário direto no novo levantamento.
Segundo o Ibope, Beto Richa, que atingiu 50% no final de agosto, oscilou três pontos - dentro da margem de erro da pesquisa - e, agora, aparece com 47% das intenções de voto. Osmar Dias subiu quatro pontos e saltou de 34% para 38%. Paulo Salamuni (PV) e Avanilson Araújo (PSTU) não atingiram 1%. Os outros candidatos não foram citados. Os candidatos Gilberto Carlos de Araújo (PCB) e Rubens Hering (PV) estão com 2% das intenções de voto. Luiz Piva (Psol) e Valmor Venturini (Psol) aparecem com 1%. Os demais candidatos não atingiram 1%.

Votos brancos e nulos somam 4% de eleitores, e indecisos, 10%. Foi a primeira pesquisa divulgada após a segunda visita do presidente Lula ao Paraná, onde participou de comício ao lado de Osmar Dias, no último dia 02.

Senado
A pesquisa Ibope/RPC também mediu a intenção de voto do eleitor paranaense para o Senado. O ex-governador Roberto Requião (PMDB) continua na liderança, com os mesmos 50% registrados na pesquisa de 26 de agosto. Sua companheira de chapa, Gleisi Hoffmann (PT) segue em segundo, subindo de 42% para 47%. O terceiro colocado é o deputado federal Gustavo Fruet (PSDB), com 21%, seguido pelo também deputado federal Ricardo Barros (PP), com 15%.

Os candidatos Gilberto Carlos de Araújo (PCB) e Rubens Hering (PV) estão com 2% das intenções de voto. Luiz Piva (Psol) e Valmor Venturini (Psol) aparecem com 1%. Os demais candidatos não atingiram 1%.Nove por cento dos eleitores declararam que anulariam pelo menos um dos votos, enquanto 27% ainda se disseram indecisos

O ibope ouviu 1512 pessoas entre o dia 06 e 9 de setembro. A pesquisa, encomendada pela Rede Paranaense de Comunicação, está registrada sob o número 21413/10 no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná.
Fonte: noticias.terra.com.br/eleicoes/2010/noticias

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

GLEISI HOFEMANN EM ANTONINA

Gleisi e as lideranças aliadas de Antonina

E DISSE A GLEISI NO ÚLTIMO DIA 6/09(Segunda-feira)
"A chuva pegou no litoral, por isso, agora à tarde não pudemos seguir para Guaraqueçaba. Uma pena. Mas, continuamos animados em nossa caminhada nesse feriadão prolongado. Pouco antes, visitei o Ponto de Chamada da Estiva com os vereadores Margarete e Márcio, prefeito Carlos Augusto Machado, o Canduca, vários secretários e representantes dos sindicatos. Também dei entrevista a rádio Serra do Mar. Visitamos, mais tarde, o Comitê Majoritário e saímos de lá bem empolgados com o trabalho do pessoal. Vamos continuar. Mais tarde vou a Pontal do Paraná e, por último, Matinhos. À noite faremos um comício no Centro, junto com Osmar Dias, Roberto Requião e nossos candidatos a deputado estadual e federal."

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

OSMAR DIAS EM ANTONINA, TAMBEM FALA SOBRE O PORTO...

Osmar com portuários em Antonina


Na ultima segunda-feira (6), Osmar Dias garantiu que a dragagem do porto da cidade em seu governo, para permitir o atraque de navios de maior calado para carga e descarga de mercadorias.

Osmar defendeu que todos os produtores do Estado saem ganhando com o porto em pleno funcionamento.

Outra obra garantida por Osmar no encontro com lideranças do Sindicato dos Arrumadores de Antonina foi a construção de um terminal de passageiros, obra que o candidato já pediu à futura presidente Dilma Rousseff (PT) para que inclua no orçamento do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

“Vemos muitos navios de passageiros que passam ao largo pelo nosso litoral, vão para Santa Catarina e não atracam aqui por falta de estrutura. Não podemos perder a visita desses turistas que vão gerar emprego e renda para a região”, disse.

Osmar ainda se comprometeu com a construção da estrada com 12 quilômetros de acesso ao porto. “Temos ali um problema ambiental, mas temos também técnicos e especialistas que podem nos auxiliar a resolvê-lo, pois precisamos separar o trânsito de caminhões do trânsito de turistas no centro da cidade. Assumo o compromisso de resolver esta questão, além da recuperação do patrimônio cultural e histórico da cidade para que o turismo se desenvolva cada vez mais”.

Outra intenção de Osmar é reimplantar escolas técnicas no Estado, levando em conta a vocação de cada região com a oferta de cursos direcionados às atividades produtivas predominantes.

Em parceria com o governo federal, serão construídas 100 mil casas no Paraná pelo programa Minha Casa, Minha Vida. No governo de Osmar, no Estado este programa vai se chamar Nossa Casa, Nossa Vida.

Um total de 40 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e o Leite das Crianças passando a atender crianças de até 4 anos, ao invés de 3 anos, como é hoje, são outras propostas em planejamento.

A vereadora Margarete do Nascimento Pacheco (PT), avaliou que a campanha de Osmar está pegando corpo e já virou na cidade, e que continuará em alta até 3 de outubro, dia da eleição.

A ex-prefeita de Antonina Mônica Peloso disse que a aliança dos partidos em torno de Osmar promoveu uma campanha forte no Estado e que em Antonina sai mais fortalecida com a carreata e o encontro com os trabalhadores portuários.

Gilson Rodrigues, presidente do Sindicato dos Arrumadores de Antonina, disse que toda a classe trabalhadora afiliada está com Osmar por seu comprometimento com a dragagem do porto e propostas que atendem às necessidades da cidade.

Gerson Fernandes Alves, trabalhador portuário, afirma que Osmar será o mais votado em Antonina por, além das propostas próprias, estar na coligação que também elegerá Dilma presidente. “Precisamos votar a favor do governo federal para garantir mais atenção política ao nosso porto”, concordou Alves.

Fonte  blog de jagostinho @ 15:48

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

E A DRAGAGEM DO NOSSO PORTO, AGORA SAÍ ?


O superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Mário Lobo Filho, anunciou a dragagem de manutenção do canal de acesso ao terminal da Ponta do Félix, em Antonina. Será estabelecida profundidade de 9,5 metros, medida que há mais de 10 anos não é alcançada naquele trecho. Atualmente a profundidade é de 7 metros. “A dragagem já deveria ter sido feita há tempos. Estamos pagando uma dívida com a cidade”, disse o superintendente.

O planejamento estratégico dos terminais portuários para os próximos 20 anos foi apresentado, nesta sexta-feira (3), por Lobo Filho no seminário Perspectivas do desenvolvimento do litoral paranaense a partir do pré-sal, em Antonina. “Com o aumento da profundidade do canal, o terminal da Ponta do Félix poderá voltar a operar com fertilizantes, por exemplo, e atender navios de açúcar com maior calado, tornando-se alternativa ao Porto de Paranaguá”, destacou Lobo Filho.

A minuta do edital de dragagem já está quase concluída. “Precisamos do licenciamento ambiental, que é o mesmo que será obtido junto ao Ibama para o Porto de Paranaguá e que acredito que devemos conseguir nas próximas semanas”, ressaltou o superintendente da Appa. A expectativa é iniciar a dragagem até o fim do ano. Após a obtenção da licença ambiental, serão lançados dois editais: da dragagem dos canais de acesso aos portos de Paranaguá e Antonina e outro edital para dragagem dos berços de atracação. O trabalho foi dividido porque as dragas precisam ser diferentes.


O terminal Barão de Teffé, como é chamado o cais público do porto de Antonina, ficará com seis metros de profundidade. Segundo Lobo Filho, não será possível aumentar a profundidade em função da existência de pedras. “Mesmo assim, o terminal poderá voltar a movimentar navios de cabotagem e também poderá operar com barcaças”, explicou o superintendente.

“Nossa projeção é para que seja aproveitada a vocação marítima e portuária que Antonina já tem para abrigar grandes empresas de fabricação de bases de exploração de petróleo. A cidade tem áreas de retaguarda próximas ao mar, abrigado e calmo, o que é uma grande vantagem no cenário do Pré Sal”, completou ele.

PONTAL DO PARANÁ – Com a baía com grande profundidade e sem necessidade de dragagem, o futuro porto de Pontal do Paraná teria capacidade para receber grandes navios petrolíferos e abrigar estaleiros para construção naval, apoio marítimo e bases de exploração do Pré-Sal.

“Temos que aproveitar as características do Estado, devido à proximidade da bacia de Santos. Atrair negócios de exploração petrolífera e de base naval para a cidade significa criação de empregos e geração de renda. O impacto positivo é muito grande, porque a economia local é fortalecida e, consequentemente, melhora a qualidade de vida das pessoas que moram na região”, contou o superintendente da Appa.

Além dos prefeitos de Pontal do Paraná, Rudisney Gimenes, e de Antonina, Carlos Augusto Machado, o evento reúniu os prefeitos de Morretes, Amilton de Paula; Guaraqueçaba, Riad Said Zahoui; e de Paranaguá, José Baka Filho. O Seminário foi promovido pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, com apoio da Appa, Prefeitura de Antonina e a Fundação Araucária.
..................................................................................................................................................................
Obs.: Comentários de Rosil do Pilar: Mario Lobo Filho, assim também falou ao vivo pela Radio Antoninense FM, onde pessoalmente o entrevistei, na oportunidade,  a única Emissora do Litoral a transmitir parcialmente o Seminário ao vivo para a nossa Comunidade. Nada mal para uma rádio com apenas 120 dias de vida.

DELEGADO FRANCISCHINI ESTARÁ EM ANTONINA MAIS UMA VEZ

Amigos.
Recebi do meu amigo pessoal Gesiel Antonio de Oliveira, pastor evangélico e assessor direto do Delegado Francischini, convite para uma reunião/culto/jantar no dia 07.09.2010 (3ª-feira) a partir das 18:30 hs na sede da Igreja Assembléia de Deus em Antonina, com a presença do Delegado Francischini que proferirá uma palestra.
Pediu, gentilmente, estender o convite a participação desse grandioso evento, os amigos e simpatizantes do trabalho do Delegado Francischini.
Abaixo uma apresentação do perfil do palestrante:


"Desde muito jovem, Fernando Destito Francischini entendeu que seu propósito era combater o crime organizado e, principalmente, lutar contra as terríveis consequências provocadas pelo uso de drogas. Com essa disposição, se tornou delegado da Polícia Federal depois de ter sido oficial do Exército brasileiro, no 5º Esquadrão de Cavalaria Mecanizada, em Curitiba; e oficial da Polícia Militar do Paraná, quando comandou a RONE e o COE - Grupos Especiais da Companhia de Polícia de Choque.
Francischini se formou em Direito pela Universidade do Distrito Federal, tem especialização em planejamento operacional, repressão ao tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em organizações internacionais, cursos realizados em instituições como a Drug Enforcement Administration (DEA), Immigration and Customs Enforcement (ICE) e Interpol. Foi o 1º colocado nacional nos Cursos de Formação de Agente e também de delegado de Polícia Federal em Brasília/DF.
Em 2008, junto com o prefeito de Curitiba, Beto Richa, criou a primeira Secretaria Municipal Antidrogas do país, onde atuou até o começo de 2010. Criou então programas de prevenção ao uso de drogas e de recuperação de crianças e jovens dependentes químicos, por acreditar que este é o caminho mais eficiente para diminuir o que já é considerado o mal do século: o uso de drogas.
Funções Exercidas:


Comandante de Pelotão da RONE/Cia Choque / PMPR – 1996
Subcomandante do Comando de Operações Especiais - COE /PMPR – 1997
Chefe do Setor de Análise de Informações sobre Drogas e Terrorismo da INTERPOL- 1998/1999
Subsecretário de Inteligência / Secretaria de Estado da Segurança Pública do Espírito Santo – 2003
Professor das matérias "Investigação Policial", "Gerenciamento de Crises" e "Técnica Operacional" da Academia Nacional de Polícia / DPF, nos Cursos de Formação Profissional de Delegado, Escrivão e Agente de Polícia Federal – 1998 a 2003
Chefe do Setor de Análise de Dados de Inteligência Policial do Diretor Executivo da Polícia Federal- 2004 "
Chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Patrimoniais da Superintendência do DPF no Paraná – 2005
Representante do Ministério da Justiça/DPF no Grupo de trabalho "Delitual" do MERCOSUL – Caracas/Venezuela - 2005
Chefe do Serviço Regional Sul da Coordenação de Operações Especiais de Fronteiras do DPF – 2006
Chefe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal / Estado de São Paulo – 2007 "


Pastor Gesiel é filho do, também, pastor Antonio de Oliveira da Igreja Assembléia de Deus recém chegado a nossa cidade de Antonina.

Estejam convidados.

Muito obrigado.

Mauricio Scarante (Masca)

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

O NOSSO SUPER HANDBOL - CAMPEONÍSSIMO

Os jogadores campeões por Antonina : Alexandre, Alex, Diogo, Fabrício, Jean, José, Lucian, Nelson, Rafael, Rogério e Vinicius.

PARABÉNS!