Pesquisar neste blog

ANTES DE SAIR DESTE BLOG CLIC NUMA DE NOSSAS PUBLICIDADES

ACONTECENDO VOCÊ FICA SABENDO, AQUI:

terça-feira, 9 de março de 2010

12 DE SETEMBRO DE 1714 É A DATA DE FUNDAÇÃO DE ANTONINA.

"Foi aqui no litoral que nasceu o Paraná, no século XVI, durante o Ciclo do Ouro, quando surgiu Paranaguá e no século seguinte as vilas de Antonina e Morretes.
É uma cidade histórica, notadamente pelo conjunto arquitetônico antigo, ruas estreitas e uma tranqüila População que conserva suas tradições culturais e religiosas. Os primeiros povoados datam de 1648 e 1654. Além da estraordinária beleza paisagística, Antonina com seus monumentos históricos e sua bela baía, oferece também diversos atrativos turísticos.
Seu terminal portuário, que foi o 4º do Brasil no ciclo da erva-mate, foi recentemente reativado para o escoamento de carga geral, e que funciona num sistema de barcaças,único no país.
Sua baía é a mais adentrada do litoral brasileiro e suas águas São propícias para os esportes aquáticos.
O capitão-Provedor sesmeiro de Nova Vila (Paranaguá), Gabriel de Lara, concedeu as primeiras sesmarias do litoral paranaeanse aos senhores Antonio Leão, Pedro Uzeda e Manuel Duarte, considerados fundadores de Antonina.

Segundo Ermelino de Leão, entretanto, o fundador da Capela de Nossa Senhora do Pilar da Graciosa (Antonina) foi o Sargento-Mor Manoel do Vale Porto.
Em 1714, D. Frei Francisco de São Jerônimo, bispo do Rio de Janeiro, autorizou a construção de uma capela em homenagem à Virgem do Pilar nesse pequeno povoado e, assim, 12 de setembro de 1714 ficou considerada a data de Fundação de Antonina.

Era conhecida como Capela, daí seus habitantes serem chamados de capelistas. Em agosto de 1797, foi elevada à categoria de Vila, com a denominação de Antonina, em homenagem ao D. Príncipe D. Antônio. Em 06 de novembro de 1797, sua sede foi elevada à categoria de Comarca da Província de São Paulo."
O descrito acima, foi comprovado atraves de um  profundo estudo realizado em 1994, quando fui o Presidente da Camara Municipal de Antonina, na época a pedido do Prefeito Ironaldo Pereira de Deus, formamos um grupo de pessoas ligadadas a Associação de Preservação do  Patrimonio Historico de Antonina,  liderado pela Profa. Iza Maria Vieira Azim, Tania dos Santos, Gene Feres Stanicia , Sonia Maria Mendes, Rosil do Pilar, Anselmo Fernandes, e outros. Na época, dona Iza Maria e Tania dos Santos, foram até o Museu do Rio de Janeiro, e coletaram cópias de vários documentos( hoje guardados nos arquivos da Camara ou no arquivo Público da cidade) onde concluiu-se que a data de Fudação de Antonina é 12/09/1714 e a sua emancipação politica em 06/11/1797, oitenta e três anos depois. Isso é um fato, cujos documentos ainda existem cópias sob a guarda da renomada estudiosa Profa. Iza Maria.
Além disso, descobriu-se que Antonina, éra e ainda é,  a única cidade do litoral que não comemora a data de sua Fundação, por isso, as outras cidades são aparentemente mais velhas que a nossa, causando um desalinhamento na sua história no contexto do litoral. É inaceitável simplesmente dizer ou concluir sem maiores e profundo estudos, que 06 de Novembro de 1797  pode ser considerado a data de Fundação de Antonina, ledo engano.        
COM TODO O RESPEITO, NÃO MEXAM NA HISTORIA DE ANTONINA, SEM ANTES ESTUDAREM E MUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIITO. SE NÃO, ERMELINO DE LEÃO VAI SE REVIRAR NO TUMULO...

3 comentários:

Juarez disse...

Daí nó cego!!!
Vê se aproveita a licença pra cortar o cabelo!!!
kkkkkkk!!!

Funcionário 171 disse...

e o nosso aumento nada!!!!

ROSIL DO PILAR disse...

Ao funcionário 171, e ao colega Juarez. Meu muito ogrigado pela participação de voces. Todavia, gostaria de receber comentarios correlatos ao 12 de Setembro de 1714, para debatermos a idéia, pois afinal este é o nosso objetivo, principalmente quando se trata da nossa História.